quarta-feira

Poesia e Criança

As crianças amam brincar com a fala,
descobrir sons, criar significados,
embalar-se
no ritmo até se tornarem
donas das palavras.

As crianças escutam, vêem, cheiram
e saboreiam as palavras cheias de
inventividades.
Elas adoram as palavras, por isso,
palavras e crianças se brincam...

A magia de jogar com as palavras
preenche a vida com risos,
gargalhadas,
descobertas e curiosidades
como se fosse uma lanterna mágica
tudo vem à baila um mundo único
singular de cada um.

A poesia vive em estado de ludicidade
nas bocas das crianças e as fascinam
desde os aspectos visuais e
auditivos do poema
até a função estética
purpurinando vidas para que
possamos puxar fios guardados
na memória onde mora o sonho,
a imaginação
e fantasia, a intuição,
o desejo e a emoção.

Enfim, a criança precisa do feitiço
das palavras. E porque negá-las?
Benditas sejam: Poesia e Criança.

Publicado em: http://www.construirnoticias.com.br/

7 comentários:

david santos disse...

Hoje estou a passar pelo Brasil, não para fazer comentários, mas para deixar um alerta:
Se amais vossos filhos, pais de todo mundo, não os percam de vista; nem por um segundo!

Mais uma criança assassinada.

Santa disse...

Passa lá no blog. Tem um meme pra você.
Bjs

Juli disse...

Oi Lenice, mainha sempre fala que vc trocou muitas fraldas minhas...obrigada por isso hehehe, meu bumbum agradece :)

Bom saber que vc escreve livros infantis, agora estou começando a pensar nisso, pretendo ler muito para meu filhote e fazer dele um leitor!

Vou listar seu blog lá no meu, ok?

Feliz dia das crianças :)
bjos e obrigada pela visita no blog!

david santos disse...

Olá, Lenice!
Agora já estou a passar para ver teu trabalho.
O tema é aquele que mais adoro: crianças.
Não podemos voltar atrás, senão...
Mas é esta a vida: acompanhar o tempo e deixar o que de melhor tivemos na vida: ser criança.
Parabéns.

Sílvio Vasconcellos disse...

Olá, Lenice.

Fiquei lisonjeado pela visita e ainda mais pelo comentário.

Parabéns pelo seu trabalho. Escrever para crianças é manter a infência viva dentro de si.

Vou lincá-la imediatamente!

Tenho outro blog onde escrevo textos mais longos, normalmente seriados. Visite-me lá:
http://contoseencontros.blogspot.com

Um abraço,

Sílvio

Santa disse...

Mande notícias sobre a nova marca.
Bjs

Gregório e Ana Paula disse...

Amamos sua poesia!
Vou listar seu blog para acompanhar e em breve comprarei seus livros para lermos para nossa pequena.